Gente Que Escreve – 056 – Por que Escrevemos?

Você já tentou responder a esta simples pergunta? Por que escrevemos? Por que entramos na insanidade de explorar nossa imaginação e criatividade, contra tudo e todos, num mercado cada vez mais concorrido e incerto? Bem, parte da resposta envolve ignorar todos os pontos negativos e conseguir enxergar lá na frente, quando a dor já passou e só as histórias existem.

Fábio M. Barreto invoca as declarações e confissões de vários autores fundamentais para a literatura moderna como George Orwell, Sylvia Plath, Flannery O’Connor, Chuck Palahniuk e Harper Lee para tentar responder à pergunta.

Você sabe a resposta? Compartilhe conosco aí nos comentários!

Escrevo por conta de um senso de liberdade; quando escrevo, não sinto como se devesse estar fazendo outra coisa da vida.

Fábio M. Barreto

O Gente que Escreve 056 começa em 3, 2, 1…


Escreva Sua História

Chegou a hora de anunciar a grande novidade:

Dos primórdios humildes do CONTE, lá em 2015, surge a nova plataforma de Cursos de Escrita Criativa do Brasil. O Escreva Sua História é uma mistura de realização de sonho, evolução profissional e opção para autores brasileiros evoluírem mais ainda em suas carreiras literárias.

Além da estrutura de inscrições, gerencialmento e controle dos cursos numa plataforma só, também estamos preparando cursos de introdução a quadrinhos, roteiro para TV, escrita em inglês e vários workshops sobre gêneros específicos como fantasia, ficção científica, romance e YA. Todos os gêneros serão bem-vindos!

Eu já escrevi as primeiras linhas, agora é a SUA hora.

Escreva a Sua História!


Newsletter

Assine minha newsletter e receba dicas de escrita semanais, aulas gratuitas, descontos para cursos e convites para eventos ao vivo. Clique aqui.


APRESENTAÇÃO

Fábio M. Barreto

EDIÇÃO DE ÁUDIO E LOCUÇÃO

Danton Freitas – Podstoria

ARTE DA CAPA

Johnny Bijos

LOGOTIPOS

André Zuil

MÚSICA TEMA

“Would you Kindly”, tema original composto e cedido por Daniel Bellieny

DESIGN DO SITE E HOSPEDAGEM

Alexandre Chaves – Fireball

LINKS RECOMENDADOS

Barreto na Amazon – Horror, FC & Fantasia, Suspense e mais!
Barreto Unlimited – Canal do Barreto no YouTube
Goodreads – Livros do Barreto na comunidade norte-americana.
Escreva Sua História – plataforma de cursos de Escrita Criativa

FEED DO iTUNES

https://itunes.apple.com/us/podcast/gente-que-escreve/id1042737562
Assine, comente e avalie!

FEED PARA OUTRAS PLATAFORMAS

http://feeds.feedburner.com/GenteQueEscreve

SIGA/CURTA NOSSAS REDES SOCIAIS

http://www.twitter.com/gentequeescreve
http://www.twitter.com/fabiombarreto
http://www.instagram.com/soshollywood

SUGESTÕES, CRÍTICAS, DÚVIDAS E RECEITAS DE TORTAS DE SMURFS

Envie e-mails com para: gentequeescrevepodcast@gmail.com

Sobre 

Fábio M. Barreto roteirista e diretor de cinema e TV. Baseado em Los Angeles, nos Estados Unidos, atuou como criador de conteúdo multimídia, mentor literário e é escritor premiado e com vários bestsellers na Amazon.com.br. Criador do podcast "Gente Que Escreve" e dos cursos "Escreva Sua História" e "C.O.N.T.E. - Curso Online de Técnicas para Escritores".

    Saiba mais sobre mim:
  • facebook
  • googleplus
  • linkedin
  • twitter
  • youtube

3 comentários sobre “Gente Que Escreve – 056 – Por que Escrevemos?

  1. Obrigado por esse podcast existir! Estou “maratonando” todos os episódios no ônibus quando vou para o trabalho e também assistindo os atuais conforme vão saindo. Agora voltei a escrever, depois de uma longa pausa. Escrevi uma dramaturgia mês passado e agora estou iniciando um conto. Nada disso seria possível sem a motivação que o Gente Que Escreve me trouxe!

  2. Ótimo cast!

    Tenho que confessar que o escutei no seu dia de lançamento, mas como não sabia o que comentar, acabei não escrevendo nada. Só que de lá para cá o tempo passou e aconteceu de minha cadela falecer e sem saber a razão, senti uma vontade grande de escrever sobre ela. Conforme passaram alguns dias, refleti porque eu tive esse desejo e cheguei a uma conclusão que também responde ao questionamento desse episódio: escrevi sobre ela porque sabia que o sentimento de luto passa, a memória vai se tornando lapsos e o sentimento que eu senti por ela foi tão bonito que inconscientemente eu não achava justo deixar passar a oportunidade de registrar toda a minha dor, tristeza e saudade que nunca mais se expressaria de forma equivalente em outra data.

    Desse modo, acho que escrever é uma forma de imortalizar um sentimento ou uma ideia (no caso da ficção) que não gostaria de ser esquecida.

    Fábio, se não for problema (caso tenha algum inconveniente avise que eu retiro), eu gostaria de deixar o link desse texto em homenagem a minha cadela, que me trouxe essa reflexão, só para constar como registro:

    https://medium.com/@arygarruda/urso-5afd015e1051

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *