Gente Que Escreve – 054 – Escravos da Esperança

Ficar muito tempo parado faz a gente pensar nas razões e nas consequências. Às vezes, ficamos parados em ideias, em perspectivas tão lindas e transformadoras que nunca deixam o mundo da imaginação e viram realidade. É importante compreender esses momentos e permitir que eles cheguem às conclusões mais proveitosas – para o tema e para você.

É sobre isso que o retorno triunfal do Gente Que Escreve vai tratar. Fábio M. Barreto apresenta um dos modelos da nova temporada e marca, de vez, a nova fase do programa.

Escute, participe nos comentários e escreva para a gente. É uma nova fase e contamos com a presença de cada um de vocês na nova jornada constante em busca de ideias inexploradas, novas civilizações e sensações inesquecíveis repletas de liberdade e bravura.

Não podemos nos tornar escravos da esperança.

Fábio M. Barreto

Obrigado pela companhia, obrigado por não nos abandonar nesse período de muita incerteza e tristeza, e obrigado por acreditar.

O Gente que Escreve 054 começa em 3, 2, 1…


Escreva Sua História

Chegou a hora de anunciar a grande novidade:

Dos primórdios humildes do CONTE, lá em 2015, surge a nova plataforma de Cursos de Escrita Criativa do Brasil. O Escreva Sua História é uma mistura de realização de sonho, evolução profissional e opção para autores brasileiros evoluírem mais ainda em suas carreiras literárias.

Aproveitando a estreia, lançamos uma nova turma do Curso de Redação Intensiva para Escritores (C.R.I.E.), que será formada entre os dias 1 e 6 de abril. Quem se inscrever nos primeiros dois dias tem desconto e, como sempre, os 10 primeiros ganham uma leitura crítica.

Na semana seguinte, abriremos mais uma turma do Curso de Introdução ao Roteiro de Cinema, entre os dias 9 e 11 de abril.

Além da estrutura de inscrições, gerencialmento e controle dos cursos numa plataforma só, também estamos preparando cursos de introdução a quadrinhos, roteiro para TV, escrita em inglês e vários workshops sobre gêneros específicos como fantasia, ficção científica, romance e YA. Todos os gêneros serão bem-vindos!

Eu já escrevi as primeiras linhas, agora é a SUA hora.

Escreva a Sua História!


Newsletter

Assine minha newsletter e receba dicas de escrita semanais, aulas gratuitas, descontos para cursos e convites para eventos ao vivo. Clique aqui.


APRESENTAÇÃO

Fábio M. Barreto

EDIÇÃO DE ÁUDIO E LOCUÇÃO

Danton Freitas – Podstoria

ARTE DA CAPA

Johnny Bijos

LOGOTIPOS

André Zuil

MÚSICA TEMA

“Would you Kindly”, tema original composto e cedido por Daniel Bellieny

DESIGN DO SITE E HOSPEDAGEM

Alexandre Chaves – Fireball

LINKS RECOMENDADOS

Barreto na Amazon – Horror, FC & Fantasia, Suspense e mais!
Barreto Unlimited – Canal do Barreto no YouTube
Goodreads – Livros do Barreto na comunidade norte-americana.
Escreva Sua História – plataforma de cursos de Escrita Criativa

FEED DO iTUNES

https://itunes.apple.com/us/podcast/gente-que-escreve/id1042737562
Assine, comente e avalie!

FEED PARA OUTRAS PLATAFORMAS

http://feeds.feedburner.com/GenteQueEscreve

SIGA/CURTA NOSSAS REDES SOCIAIS

http://www.twitter.com/gentequeescreve
http://www.twitter.com/fabiombarreto
http://www.instagram.com/soshollywood

SUGESTÕES, CRÍTICAS, DÚVIDAS E PLÁGIOS DE HISTÓRIAS NÃO EXISTENTES.

Envie e-mails com para: gentequeescrevepodcast@gmail.com

Sobre 

Fábio M. Barreto roteirista e diretor de cinema e TV. Baseado em Los Angeles, nos Estados Unidos, atuou como criador de conteúdo multimídia, mentor literário e é escritor premiado e com vários bestsellers na Amazon.com.br. Criador do podcast "Gente Que Escreve" e dos cursos "Escreva Sua História" e "C.O.N.T.E. - Curso Online de Técnicas para Escritores".

    Saiba mais sobre mim:
  • facebook
  • googleplus
  • linkedin
  • twitter
  • youtube

10 comentários sobre “Gente Que Escreve – 054 – Escravos da Esperança

  1. Olá, Barreto.
    Emocionei-me junto com você ao ouvi-lo falar sobre o Rob. Tenho certeza que ele fará falta. É muito triste quando a vida separa os caminhos de pessoas tão próximas e queridas. Mas acontece.
    Sei que não é muito, mas o que posso fazer é apoiar ainda mais. Estarei mais presente aqui. Suas dicas têm sido muito valiosas para mim. E vou me dedicar ainda mais.
    Saiba que este retorno é muito importante para nós, ouvintes. Você realmente influência a vida de muita gente.
    Obrigado. E conte comigo!

  2. Bom dia boa tarde boa noite

    Fábio eu conheci o podcast há dois anos mais ou menos comecei a ouvir os primeiro e isso me motivou a voltar a escrever me deu coragem para continuar tentando, não sei aonde isso vai dar, mas gosto de escrever é meu projeto paralelo como você disse no podcast ser criativo é algo muito complicado então alguns acabam tentando outras coisas para ganhar vida.
    Enfim parabéns pelo episódio, por favor não desista o Rob faz falta mas o gente que escreve faz mais então espero que um dia ele possa voltar, entretanto caso ele não volte que o gente que escreve continue evoluindo com os novos formatos e essa nova fase pense em um ciclo que renova.

    Abraços e até breve

  3. O retorno triunfal super emocionante. Posso ser apenas um ser humano nível 21 com muita coisa a aprender, mas não deu para ouvir este episódio sem lembrar das expectativas e sonhos do Ícaro de 11 anos de idade quando resolveu “escrever um livro”. Eu nunca havia parado para pensar nesse conceito de “escravo da esperança”, muito menos no quanto isso pode se estender ao longo da vida. E claro, não teve como não me comover diante do relato apresentado e do agradecimento final ao Rob Gordon. Maratonei o “Gente que Escreve” no final de 2017 e em 2018. Ouvir você e o Rob deu até aquela impressão de “proximidade”, como se eu fizesse parte da conversa. Em muitas vezes, eu respondi mesmo (e aí me lembrava que vocês não podiam me ouvir e eu só estava bancando o louco no busão). O Gente que Escreve #54 é para mexer com os feelings.

    Gostei do formato, tive ótimas primeiras impressões. Desejo sucesso a você nessa nova jornada com o podcast solo.

  4. Olá Barreto,
    Como assíduo ouvinte do podcast, fico feliz pela volta, acho que a perda do Rob será sentida, e você fez questão de deixar isso bem claro ao se emocionar falando disso.

    Sobre o seu bloqueio criativo, é engraçado que, para mim, um autor ainda em busca de um lugar ao sol, esse problema parecia distante de você. Eu realmente esperava que qualquer coisa que você escrevesse (pois sabemos que qualidade você tem) iria instantaneamente para as livrarias.

    De certa forma, me fez sentir mais próximo, pois, se até você tem esses percalços, quem somos nós.

    Convide outras pessoas para participar do cast, não faltarão incheridos como eu a se oferecerem para participar rsrsrs

    Keep Doing it!

  5. Muito bom ver o programa retornando!

    Já tenho alguns anos que resolvi me dedicar à escrita. Do meu jeito torno, infelizmente tenho problemas com atenção e consequentemente estabelecer disciplina, mas é uma luta, tento não me acomodar… Daí nesse caminho só consegui terminar (entre contos e 1 roteiro para história em quadrinhos) uns 5 ou 6 textos. O que é bem trágico de se concluir.

    Ouvir esse programa foi bem inspirador para fazer diferente. Passar uma página difícil de ler. Pegar essas ideias inacabadas e transformá-las em algo novo para novas perspectivas.

    Bons ventos para o Gente que Escreve e demais projetos, Barreto!

    E obrigado pela disposição que cê tem pra nos ensinar sobre a escrita.

  6. Olá Fábio, muito emocionante o episódio 54, e um chacoalhão muito bem vindo, ouço os podcast desde 2016, e esse é o meu primeiro comentário. Muita água possou por de baixo da minha ponte, mas uma coisa se manteve igual, essa ideia de não se manifestar, sempre calado em busca de um 100% que sempre aumentava conforme alcançava.
    Então por causa desse podcast, vou pegar como um puxão de orelha e mergulhar mais, colocar para frente o que escrevo, e me expresso, nem que seja comentando.
    Obrigado por voltar e bem vindo de volta.

  7. Eu queria te agradecer por esse texto… Seu desabafo foi motivador para mim. A grande verdade é que a gente sempre espera a melhor situação pra escrever, isso acaba matando toda a ideia, por isso hoje prefiro escrever roteiros, tudo acontece bem mais rápido neles. Tive uma ideia interessante pra te ajudar, tente colocar outro escritor, talvez um aluno. Se aceitar esse conselho, sugiro colocar o Igor Feijo, (que por sinal foi aluno teu) ele já foi podcaster, seria interessante em vez de ter uma dupla poderosa, ter algo mais voltado para Herói e Mentor. Um grande abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *