Gente que Escreve – 067 – Tutorial: Narrative Development #1

O Gente que Escreve orgulhosamente lança sua primeira série de tutoriais. O tema de estreia é “Desenvolvimento Narrativo“. Ao longo de quatro episódios (não necessariamente seguidos), vamos mergulhar nos detalhes e estratégias para desenvolver uma história, independente do formato. Neste programa, falamos especificamente de como encontrar soluções e entender a sua história antes de escrever qualquer coisa.

Ouça, aplique o sistema a um texto já feito, ou a algo novo, e compartilhe os resultados com a gente aí nos comentários. Funcionou? Não? Diga como foi!

O programa de hoje começa em 3, 2, 1… vai!  


EVENTO AO VIVO

3 EDITORES & 10 PÁGINAS

Você envia 10 páginas de texto, recebe feedback de 3 editores experientes – e do Barreto – ao vivo e pode fazer perguntas, anonimamente, e aprender com os feedbacks dos outros participantes. Além disso, você pode fazer uma reunião individual com um dos panelistas durante o dia.

IMPERDÍVEL!


 

Fábrica de Histórias

O Fábrica de Histórias é um financiamento coletivo recorrente para apoiar meus textos e o Gente Que Escreve. Lembra do Desafio das 3 Páginas? Todo mundo adora, então ele voltou. Além disso, uma das metas é GARANTIR o podcast semanal, remunerando a equipe e aprimorando ainda mais a qualidade das gravações (preciso comprar uma caixa anti-reverberação, por exemplo).

 

Quem apoiar o projeto na Categoria “Desafio das 3 Páginas” terá o texto avaliado em episódios mensais do Gente Que Escreve por mim e convidados especiais.

 


APRESENTAÇÃO

Fábio M. Barreto e Rob Gordon

 

EDIÇÃO DE ÁUDIO E LOCUÇÃO

Danilo Battistini

 

ARTE DA CAPA

Johnny Bijos

 

LOGOTIPOS

André Zuil

 

MÚSICA TEMA

“Would you Kindly”, tema original composto e cedido por Daniel Bellieny

 

DESIGN E HOSPEDAGEM DO SITE

Alexandre Chaves – Fireball

 

LINKS RECOMENDADOS

Barreto na Amazon – Horror, FC & Fantasia, Suspense e mais! Barreto Unlimited – Canal do Barreto no YouTube Goodreads – Livros do Barreto na comunidade norte-americana. Escreva Sua História – plataforma de cursos de Escrita Criativa

 

FEED DO iTUNES

https://itunes.apple.com/us/podcast/gente-que-escreve/id1042737562 Assine, comente e avalie!

 

FEED PARA OUTRAS PLATAFORMAS

http://feeds.feedburner.com/GenteQueEscreve

 

OUÇA NO SPOTIFY

Spotify

 

SIGA/CURTA NOSSAS REDES SOCIAIS

http://www.twitter.com/gentequeescreve http://www.twitter.com/fabiombarreto http://www.instagram.com/fabio.m.barreto http://www.facebook.com/ofabiombarreto

 

SUGESTÕES, CRÍTICAS, DÚVIDAS E QUALQUER COISA, AFINAL, NINGUÉM LÊ ISSO AQUI.

Envie e-mails com para: gentequeescrevepodcast@gmail.com

Sobre 

Fábio M. Barreto roteirista e diretor de cinema e TV. Baseado em Los Angeles, nos Estados Unidos, atuou como criador de conteúdo multimídia, mentor literário e é escritor premiado e com vários bestsellers na Amazon.com.br. Criador do podcast "Gente Que Escreve" e dos cursos "Escreva Sua História" e "C.O.N.T.E. - Curso Online de Técnicas para Escritores".

    Saiba mais sobre mim:
  • facebook
  • googleplus
  • linkedin
  • twitter
  • youtube

2 thoughts on “Gente que Escreve – 067 – Tutorial: Narrative Development #1

  1. Bom dia, Fábio e Rob!
    Primeiramente, gostaria de agradecer a vocês pelo trabalho fantástico e generoso que prestam a todos aqueles que tem a pena como arma, amiga e companheira.
    Nunca pensei em escrever, mas acabei sendo sequestrado pelas letras. Trabalho como motoboy nas ruas de SP. Entre os labirintos e frestas por onde passo, tiro o meu sustento. Acontece que, dali, é impossível sair sem marcas e cicatrizes. Pois bem…
    Em um dos inúmeros dias de agonia, frustração e raiva, cheguei em casa e não sabia como organizar as minhas ideias. Sentei e escrevi sobre tais experiências. A minha esposa leu e “exigiu” que eu publicasse aquela crônica. Fiz isso! Publiquei no Facebook. Bom, o resultado é que, dentro do contexto que eu faço parte, rolou uma repercussão. Depois disso, segui escrevendo.
    O negócio é que a coisa começou a ganhar dimensões um pouco maiores e muitas pessoas começaram a me incentivar a seguir escrevendo. Outras, a publicar. Eu sempre “caguei e andei” (desculpem a expressão, rs) para isso. Mas, um dia, uma cliente e amiga, que trabalha como produtora, me fez uma proposta. Disse para entregar a ela alguns textos. Disse também que conhecia alguns editores e que apresentaria meu trabalho a eles. Como disse, nunca quis trabalhar com isso.
    O fato é que sigo escrevendo e, apesar de seguir sem a pretensão de me tornar um escritor (digo de literatura), penso, isso sim, em trabalhar com as letras. Produzindo conteúdo e revisando textos (esta é a área que miro como carro chefe). Contudo, se um dia rolar alguma coisa relacionada à literatura, para mim será um bônus.
    Nesse momento estou em meio a uma transição profissional. Estou estudando e me preparando para migrar. Enquanto isso, sigo nas pistas, pagando um veneno, mas dali tiro boa parte das minhas histórias. Através da observação. Também estou fazendo algumas revisões e produções, o que tem me deixado bem esperançoso.
    Depois de tudo isso, quero dizer a vocês, meus amigos, que sou muito grato por tê-los como companheiros de jornada diariamente. Vocês tornam meu dia a dia mais ameno e muito mais produtivo. Às vezes até me atrapalham, pois tem hora que tenho que parar uma correria para tomar nota de alguma dica maravilhosa que me dão.
    Caras, muito obrigado pela generosidade! Desejo sucesso no trabalho e felicidade na vida pessoal. Saibam que têm um amigo que deseja o melhor a vocês. Sigam escrevendo e nos ajudando. Um abraço!

  2. Que história bacana.
    Motoboy e escritor/revisor que legal.
    Você deve ter experiência de vida para caramba e isso sempre ajuda a dar personalidade para o texto.
    Pilotar e anotar os recador deve ser difícil e nem é muito aconselhável rs. Quando você tiver mais de boa, gravas uns áudios pelo Whattsapp com as ideia ou pensamentos. Criei um grupo no Whatts chamado “Anotações”, me coloquei nele e sempre fico mandando uns áudios. É bem mais rápido, vira um hábito e depois é só organizar.

    Abraços e boa sorte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *