[Watchmen] Novidades: Parte I [spoilers]

Ao som de Bob Dylan, Zack Snyder apresenta partes de Watchmen, diz que o filme está 99.9% pronto, explica detalhes sobre a censura e o muito mais, essa é só a primeira parte!

O mundo de Watchmen finalmente começa a ser revelado. A noite de ontem e o dia de hoje foram fantásticos para quem gosta daquelas páginas criadas pelo mau-humorado do Alan Moore e David Gibbons. Finalmente, a imprensa internacional teve a chance de assistir a cerca de 40 minutos da adaptação dirigida por Zack Snyder e, depois, conversar novamente com o diretor e o elenco.

Embora seja sempre divertido rir com Jeffrey Dean Morgan ou aprender um bocado sobre atuação com Billy Crudup, Zack Snyder é sempre o foco das atenções em seus filmes. 300 foi assim e a coisa só piorou com Watchmen, afinal de contas, não há dúvidas de que não há ninguém mais capaz que ele para encarar o desafio. Os leitores do SOS Hollywood tiveram a chance de fazer suas perguntas e foi com elas que encarei o papo. Muitas questões foram respondidas, nem todas do modo como gostaríamos e, pelo menos, algumas dúvidas foram esclarecidas. Aí vai um resumo do que aconteceu. Segure-se na cadeira, abra sua mente e, para quem é mais radical, se prepare para reclamar.

Spoilers pesados a partir desse ponto!

Uma das coisas mais importantes sem dúvida nenhuma foi a confirmação de que o final da história foi realmente modificado e a lula gigante está fora de cogitação. Embora todo mundo ache que a idéia seria legal, ela se tornou inviável e foi excluída. A resposta do roteiro deve mesmo ser uma resolução atômica, porém ficou no ar se serão diversas bombas ou apenas uma. Se pararmos para pensar, faz sentido uma grande explosão – seja por conta de alguma desatenção do Dr. Manhattan ou um acidente no instituto de pesquisa onde a Lula apareceria de qualquer maneira.

Tudo isso não mudou uma série de elementos que criavam o momento necessário para a conclusão do plano de Ozymandias. Entre eles está o colapso nervoso do Comediante, naquela fatídica noite em que ele se abre para o Moloch sobre sua descoberta. Jeffrey Dean Morgan disse que aquela cena era fundamental e necessária para coroar a construção do Comediante. Ou seja, ele descobre o plano de qualquer forma e surta do mesmo jeito. “Eu precisava desse momento, assim como da cena com a ‘minha filha’, para manter o personagem completo e fiel. Foram dois pontos fantásticos, pois eles meio que definem o Comediante. Li Watchmen umas 40 vezes já e nunca consegui odiar o cara, engraçado, né? Existe muita Humanidade nele e ele foi tão bem escrito que é impossível mudar essa essência”, comenta Morgan.

O filme será R-rated, ou seja, com censura para adultos. Snyder foi decisivo: não é um filme para crianças. “Tem muita gente que faz um filme para adultos, aí simplesmente tira o elemento nojento ou sexual para garantir a bilheteria”, garante o diretor. A notícia é boa para o romance entre Dan Dreiberg (Patrick Wilson) e Laurie (Malin Akerman) na noitada dentre da Owlship. Eles terão seu momento de prazer e felicidade sobrevoando Nova Iorque. “Agora o que todo mundo precisa entender, e o que eu quero mostrar com isso, é o quão ridículo tudo aquilo pode parecer. Já imaginaram que todo super-herói precisa fazer algo perigoso para ficar excitado? Aqueles dois entram no clima depois de encarar um incêndio. É como se fosse a preliminar para os super-heróis (risos)”. Vimos um pouco da cena, entre o sexo e a decisão de resgatar Roscharch e tudo que ele diz está lá.

E não há razão para duvidar dessa garantia. Não houve atenuação quando Jon Osterman foi desmaterializado e quando o Dr. Manhattan extermina bandidos ou vietcongs tudo ficou muito mais sangrento e cru do que a apresentação da graphic novel. O mundo de Watchmen é pesado. Sem concessões, pelo menos em termos visuais, já a história sofreu suas mudanças. De qualquer forma, o estilo de Snyder é sempre focado na essência do quadrinho com o qual ele trabalha. Assim foi com 300 e assim está sendo com Watchmen. A cena de abertura do filme é de tirar o fôlego, com grandes momentos dos Minutemen – a famosa foto, as mortes de Dollar Bill e Silhouette e o encarceramento do Mothman, todos estão lá – e trilha sonora de Bob Dylan dá aquele tom de luta pelos direitos civis e urgência, contido no levante da sociedade contra os vigilantes.

“Cada momento tem sua necessidade em Watchmen. Dylan é legal demais e encaixou perfeitamente para a abertura, afinal de gênio e louco todo mundo tem um pouco. Ele escreveu suas melhores músicas num período conturbado e assim foi o Knee Act. Em termos de músicas originais pensamos em sons capazes de garantir a importância do momento e valorizar todo o clima da graphic novel”, explica o diretor.

Aliás a trilha sonora é um grande destaque, com uma boa mistura de grandiosidade por conta de corais e alguns sons de época que, embora não feitos para encarar Nixon em seu terceiro mandato, servem para manter o público certo de que algo está prestes a acontecer. Como dita o estilo Snyder, porém, a ausência de som e a extrapolação dos efeitos sonoros nas cenas de ação é obrigatória. Claro, câmera lenta é um elemento e reclamar não vai adiantar, mas vale mencionar que o artifício é usado com sabedoria e em menor escala que em 300.

Daqui a pouco tem mais: Dr. Manhattan em Marte, Resgate de Rorschach, Assassinato do Comediante, Novidades sobre o DVD e, por fim, perguntas dos leitores! Fiquem ligados e torçam para a minha internet voltar! Hahaha!

Sobre 

Fábio M. Barreto roteirista e diretor de cinema e TV. Baseado em Los Angeles, nos Estados Unidos, atuou como criador de conteúdo multimídia, mentor literário e é escritor premiado e com vários bestsellers na Amazon.com.br. Criador do podcast "Gente Que Escreve" e dos cursos "Escreva Sua História" e "C.O.N.T.E. - Curso Online de Técnicas para Escritores".

    Saiba mais sobre mim:
  • facebook
  • googleplus
  • linkedin
  • twitter
  • youtube

26 thoughts on “[Watchmen] Novidades: Parte I [spoilers]

  1. A única coisa que ainda não desceu foi a escalação do Matthew Goode para o personagem Ozymandias…

    Mas quem sabe a sua atuação não surpreende, e nos faz esquecer a falta de similaridade física?

  2. Isso só confirma que o Snyder quer fazer um bom trabalho, e faria espetacularmente, se deixassem. Mas as notícias sobre a duração não são animadoras, menos de 3 horas é pouco pra essa história.

  3. @ Jackson
    A ediçao do DVD vai ter 3 horas e daqui a pouco falo sobre isso. Boas novidades!

    @Danilo
    Goode não ficou tão ruim assim. Há razões, claro que seria melhor um sujeito mais encorpado, mas funcionou.

    @Franco
    A roupa da Silk Spectre tem mamilos que parecem até naturais. Daí pra frente é alegria! hehe. Tenho várias fotos e vídeos, mas a Paramount ainda nao autorizou a publicação

  4. ZACK RULES!
    Estou muito empolgado para conferir WATCHMEN nas telonas.
    Sempre imaginei o OZYMANDIAS como um jovem RUTGER HAUER, mas o GOODE parece legal no papel.
    Já o DR. MANHATTAN “TRANSFER”, como o RICK ROSSOVICK, se bem que considero o BILLY CRUDUP um ator mais talentoso.
    Saudações,

  5. @ Diogo
    Comparação improvável e inviável. Embora existam super-heróis envolvidos nos dois filmes, não há como esperar alguma concorrência em termos narrativos ou mesmos visuais. São duas obras bastante díspares.

    @ Franco
    Não vai ser blockbuster da linha Iron Man ou TDK, pode apostar. Posso morder a língua, mas juro não sei se a molecada vai se empolgar com isso. Tudo vai depender do boca a boca do primeiro fim de semana. Realmente não sei.

  6. Vai ser bom o filme, mas como o proprio @Barretão falou, não será blockbuster como o Homem de Ferro ( que é massa d+) e o Cavaleiro. Mas nem devemos comparar. Watchmen tem o seu potencial e tem também seu público fiel. Vai ser um grande filme sem dúvida.

  7. Nunca tinha ouvido falar em Watchmen, mais gostei de tudo que li, e parace que vai arrebentar, mesmo! Nossa, tem até Bob Dylan na trilha sonora…gostei mais ainda!

    Muito bom o post Fábio…Parabéns!

  8. Discordo da solução atômica por uma única e importante razão: toda a justificativa de PAZ na Terra era uma ameaça alienígena crível o bastante para UNIR a humanidade. Foi uma solução original e inesperada de Alan Moore. SEM A LULA, Zack Snider terá que encontrar OUTRA justificativa, mudando uma parte importarnte da historia que foi O PLANO DE OZYMANDIAS. Não sei se ele tem talento para fazer um desfecho à altura. SÓ A CENA DA LULA COM AS PESSOAS MORTAS E OS PRÉDIOS INTACTOS É IMPRESSIONANTE (Lembrem-se já foram testadas armas secretas que matam a população mas não danificam a infra-estrutura, algo horripilante que Alan Moore em sua genialidade tb soube explorar). Não sou radical, apenas não aposto todas as fichas e não sou fanático por um diretor que fez apenas um filme igual a todo mundo. Eu espero mesmo que ele consiga o feito de fazer um bom filme.

  9. Por último, para os fãs de snyder, meu maior receio é com o que um filósofo disse certa vez: negar um fato é menos danoso que atenuá-lo, porque desta forma vc banaliza, vc aliena.

  10. Quanto ao fato de ser puxa-saco, não me referia ao autor do artigo ou a alguém que goste de Snyder (cada um tem sua opinião) MAS A ALGUNS QUE APARECEM AQUI SEMPRE PRONTOS a OFENDER E JOGAR PEDRAS COMO SE LAVASSEM AS CUECAS DO CARA!

  11. @Barretão
    Concordo plenamente que esse filme não vai ser blockbuster como TDK ou Iron Man. A História é complexa, os personagens não são tão diretos e cada um tem seu caráter muito bem escrito e alocado dentro de um contexto histórico. Mas as ações de marketing estão bem pesadas para esse filme, na verdade me lembro muito bem que ao assistir Sin City no cinema, metade da sala saiu antes do filme acabar e eu simplesmente amei o filme, mas porquê? por quê amo HQ’s e achei legal a transposição pro cinema feita por Frank Miller, já o restante foi movido apenas pelo marketing, pelos atores e tudo mais.
    Esse filme vai ser um marco para quem gosta de HQ’s e não tem preconceito contra o cinema e suas transposições, sofremos as vezes com as mal feitas, mas Snyder é um amante dessa arte e o filme tem tudo para agradar a todos nós. Parabéns Judão, vcs são nota 1000.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *