Comic-Con 2008: Uma porrada atrás da outra!

hr_x-men_origins-_wolverine_3.jpg

A magnitude da San Diego Comic-Con começa no simples fato de descrever o Convention Center, onde a feira acontece. São aproximadamente 4 quarteirões grandes, ou melhor, uns três estádios como o Canindé, em São Paulo. Visto de fora já impressiona. Quando você entra, a coisa piora, pois, além de comprido, o local é amplo e comporta uma infinidade de espaços.

Depois falo sobre isso, pois vamos ao que realmente interessa. O que rolou no primeiro dia de programação completa! Afinal de contas, ontem foi só oba-oba e, no fim da noite, pude conferir Tropic Thunder, um dos filmes mais débeis mentais da temporada. É de chorar de rir! Robert Downey Jr. de negão é o que há!

DIA 01
Acordei atrasado! Legal, não? Nada que complicasse a vida, mas o suficiente para me fazer pegar uma fila maior do que o programado para o Hall H, a principal área de eventos da feira. O Sol tradicional e o ventinho litorâneo ajudaram bastante a encontrar pique para caminhar até a Comic-Con. Claro que, chegando lá, o lugar já parecia um formigueiro e era apenas 10h. A primeira bateria de painéis já tinha começado, mas o objetivo da manhã era garantir um bom lugar no Hall H, o maior auditório do centro de convenções.

Lá aconteceu — depois de um acidente que atrasou tudo em quase uma hora — o primeiro painel do dia, o da 20th Century Fox — com O Dia em que a Terra Parou, Max Payne e Wolverine. Leia o resumo completo no Judão. =]

Saí do Hall H e fui correndo direto para a área de entrevistas da Summit Entertainment para, entre outros, conhecer um de meus ídalos cinematográficos: Alex Proyas, de Cidade das Sombras. Ele é o diretor de Knowing, um dos próximos filmes de Nicholas Cage. O conceito do filme é bacana e Proyas não tem papas na lingua, sem respostas prontas ou aquele puxa-saquismo típico de Hollywood. Bom, mesmo tendo nascido no Egito, o cara se considera australiano e não liga muito para política dos estúdios. Mandou ferro na Fox numa entrevista memorável, que vocês acompanharão em breve. Ah sim, entes que o cara de maracujá de gaveta diga algo, foi exclusiva!

Em tempo, as entrevistas atrasaram! Uma hora de atraso! Absurdo total! Depois de Proyas, entrou o elenco de Push. E dá-lhe entrevistas com Camilla Belle – Brasil-sil-sil! -, a quase adolescente Dakota Fanning – que parou de gritar, finalmente, ufa! – e o doidão Chris Evans, outra entrevista muito boa! Também falei com o diretor do filme, Paul McGuigan, que é gente boa pacas. Ele está para a Comic-Con 2008 assim como Michael Davis, de Mandando Bala, esteve para 2007. Bom, pelo menos esteve até o painel de RockNRolla!

Entrevistas feitas e já eram 16h. Um detalhe importante: eu tinha comido só duas panquecas no albergue, logo cedo, e mais nada o dia todo.Hora de parar e comer, não? Não! Já estava atrasado para as entrevistas de Lost Boys – The Tribe! Sim, senhores, Autumn Reeser e o doidão Corey Feldman. De quebra conheci a versão mais nova do Donald Sutherland, Angus, o meio-irmão do Jack Bauer. Outro detalhe, as entrevistas aconteceram num hotel do outro lado da rua (leia-se 15 minutos só para sair do Convention Center e chegar até a suíte de imprensa).

As entrevistas foram ótimas e hoje falo, mais uma vez, com o diretor, já que só consegui ver o filme no final da noite. Tudo bem que a gente começou falando sobre comida italiana, viver fora de seu país de origem e das origens italianas que o diretor P.J.Pesce e este que voz escreve compartilham, mas foi bacana demais entrar no mundo de Lost Boys – The Tribe. Novidades em breve!

Aí foi uma correriazinha: painel da DarkCastle com Ninja Assassin e RockNRolla; e painel da Lionsgate, com Punisher: War Zone (ALUCINANTE!) e Jogos Mortais 5. Pra ler o resumo dos dois, é só clickar aqui e aqui. =]

Pensei em comer algo de novo, mas recebi um SMS do Borbs me avisando: corre pro Ballroom 20. Vai começar Lost Boys – The Tribe. Bem, corri até lá e ainda peguei metade da cerimônia de entrega dos prêmios para FanFilms de Star Wars! Steven Samsweet – o megaboga fan relations da Lucas Film – entregava os prêmios. Filmes legais, outros meia boca, mas aí eu vi o MELHOR FILME DO ANO! (HÁ!). Fanboys, meus amigos, Fanboys! Danem-se os blockbusters, danem-se os críticos, esse vai ser o filme da vida de muita gente! Da minha é! Estréia em 19 de Setembro por aqui. O que? Um dia depois do MEU ANIVERSÁRIO! Tá mais que perfeito!

Depois, até que tinha bastante gente para ver o filme dos caça-vampiros, levando em conta que o filme começou lá pelas 22h30 e foi até depois da meia-noite. Ok, vampiros, meia-noite, tudo temático, mas aí eles resolveram fazer um painel. Bom, complicou, não? Começar a discutir o filme depois de um dia pesado, todo mundo cansado e, claro, pelo fato de o filme não ser nada se comparado ao nível do que o povo havia visto durante o dia, fez com que muita gente fosse embora. Mas o painel foi engraçado e Corey Feldman apareceu caracterizado e bancando o caça-vampiros durante a entrevista.

São 03h12 nesse momento e eu tou indo dormir. Amanhã tem Watchmen, The Spirit, Star Wars… Pena que sem fotos, infelizmente. A máquina foi pro inferno e agora vai na raça!

Não deixe de conferir todas as novidades no hotsite especial da Comic-Con, lá no Judão!

Sobre 

Fábio M. Barreto roteirista e diretor de cinema e TV. Baseado em Los Angeles, nos Estados Unidos, atuou como criador de conteúdo multimídia, mentor literário e é escritor premiado e com vários bestsellers na Amazon.com.br. Criador do podcast "Gente Que Escreve" e dos cursos "Escreva Sua História" e "C.O.N.T.E. - Curso Online de Técnicas para Escritores".

    Saiba mais sobre mim:
  • facebook
  • googleplus
  • linkedin
  • twitter
  • youtube

5 thoughts on “Comic-Con 2008: Uma porrada atrás da outra!

  1. Ah, Fabiovisky, se inveja matasse… Fico feliz demais por você estar aí, brou, curtindo em nosso nome, parabéns!
    E aí, já foi pescoçar a nave do Coruja???
    Abrações
    Renato

  2. Não entendi…falou bem pra caramba do max payne, que tem algumas cenas de ação boas, que tem um clima pesado (o jogo também tem) e tudo mais e no final disse que o filme não presta… não saquei

    acho que só assistindo pra saber…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *