Sci-Fi News 138: Depp!

SFN 138_final.indd

Sci-Fi News 138 nas bancas; entrevistas com Johnny Depp, Tim Burton, Sam Raimi; atores de Hollywood estão de saco cheio, entenda as razões; e Comic-Con 2009!

Anos de trabalho, incontáveis horas de discussões e batalha para mostrar um caminho melhor, milhares de negativas dos estúdios e muita gente irritada com nossa simples existência… tudo isso faz parte do histórico da Sci-Fi News, ao longo de seus mais de 12 anos de existência. Tudo isso para chegarmos à edição 138, que está nas bancas.

Quem me conhece sabe que sou o maior crítico da revista. Critico, pois quero vê-la melhor; por saber que podemos ser muito mais. É a famosa crítica construtiva e com objetivo. Críticos idiotas, preconceituosos e babacas existem aos montes, então, sempre foi meu trabalho questionar a Sci-Fi News sob o ponto de vista de alguém insatisfeito, mas obstinado por sua evolução.

Valeu a pena. Sci-Fi News 138 é uma edição histórica, não só na trajetória da revista, mas também das publicações de cinema no Brasil. A história recente do mercado editorial mostra que há espaço para pluralidade [embora o público esteja claramente consumindo menos] e diversas editoras responderam ao chamado. Algo fantástico para os cinéfilos brasileiros. Logo, é obrigação da Sci-Fi News – por ser a revista mais experiente e longeva em atividade – subir o degrau e liderar essa nova onda. Como se faz isso? Coragem, basicamente. Coragem para mudar, se reinventar e realizar um projeto batalhado e sugerido há anos [mesmo!].

Tudo deu certo. Estúdios colaboraram. Direção teve mente aberta o suficiente para entender sua real vocação. E, momento pessoal, compreenderam a necessidade de uma pauta forte. Critiquei, e MUITO, a 137. Visual bonito [para uma primeira], conteúdo superficial. E eis que chega às bancas a 138, com Johnny Depp na capa, paramentado como Chapeleiro Maluco, de Alice no País das Maravilhas, filme da Disney que estréia em 2010; Entrevistas com Depp e Tim Burton, artigo sobre Atores de Hollywood perdendo a paciência; Jared Padalecki; Distrito 9, Terra Perdida, UP – Altas Aventuras, novas seções de DVD e Blu-Ray; e Arrasta-me para o Inferno, incluindo exclusivas com Justin Long e Sam Raimi, entre outras coisas.

A pauta é sólida, diversificada, repleta de entrevistas relevantes, reportagens [sim, reportagens!!!] e um novo ângulo para seus textos. Trabalhei muito. Trabalhei duro. A equipe do Brasil também, com destaque para a arte. Há uma brincadeira interna que “quando eu gosto de uma capa, pode apostar que não vai vender”. Agora isso acabou, essa edição nasceu de trabalho conjunto [ok, eu pautei.. hehe], mas só uma idéia não representaria nada. Achei a edição lindíssima e, acima de tudo, útil. Pelo menos na cobertura de cinema, esqueçam das matérias meramente ilustrativas. Eu não escrevo mais nada panfletário. E, se depender de mim, mais ninguém da revista faz.

Por que estou dizendo tudo isso? Muita gente tem uma imagem antiga da revista. Muitas reclamações e frustrações ao longo dos anos. Concordo com muita coisa do que reclamavam, não tenho problema em dizer isso em público. A diferença é que brigo lá dentro para corrigir. Sabendo disso, e sendo o leitor mais chato da publicação, digo a vocês que as coisas melhoraram. Mudar é fácil, melhorar é bem difícil, especialmente sem mudar o preço [notaram?]. Não quero fazer lavagem cerebral aqui não, por isso, peço uma coisa simples: passem numa banca nessa semana, pegue um exemplar, folheie, leia alguns trechos e tire suas próprias conclusões. A Sci-Fi News 138 deve falar por si.

Vamos usar esse espaço para discutir essas mudanças, que tal?

Os comentários estão aí para isso. Críticas, reclamações, elogios, sugestões serão mantidos. Ofensas não. Quer baixar o nível, que o faça em outro lugar.

Sobre 

Fábio M. Barreto roteirista e diretor de cinema e TV. Baseado em Los Angeles, nos Estados Unidos, atuou como criador de conteúdo multimídia, mentor literário e é escritor premiado e com vários bestsellers na Amazon.com.br. Criador do podcast "Gente Que Escreve" e dos cursos "Escreva Sua História" e "C.O.N.T.E. - Curso Online de Técnicas para Escritores".

    Saiba mais sobre mim:
  • facebook
  • googleplus
  • linkedin
  • twitter
  • youtube

26 thoughts on “Sci-Fi News 138: Depp!

  1. Eu sou um dos que tentaram algumas vezes tornar-se leitores da Sci-Fi. Mas, assim como o Barreto, encontrava algumas dificuldades em me relacionar com a revista (questão sem a qual não se consegue virar fã e leitor assíduo de uma publicação, ao menos na minha opinião). Apesar de nunca ter feito nenhuma crítica, comprei três ou quatro edições esparsas, dependendo da capa e dos assuntos em manchete, mas sempre me deparava com textos mal escritos e mal diagramados, matérias superficiais e conteúdos sem muito objetivo.
    Ainda não comprei a #138, mas confio no crivo de qualidade e na sinceridade do Barreto. Vou passar hoje mesmo na banca, comprar a minha, tirar minhas impressões e volto a escrever aqui. Oxalá tenhamos finalmente uma publicação que faça frente à avalanche efusiva de conteúdos da web, não que venha competir, mas que venha agregar e divertir tanto quanto.

    Marcelo Salgado

    1. Fala Marcelo, bom te ver por aqui.

      Longe da discussão se vai agradar ou não [isso deixo para você decidir], acredito que tenhamos uma revista com constância e norte definido a partir de agora. Isso é importante para, como você disse, criar relacionamento.

      Agora uma coisa me chamou a atenção. Fazer frente à avalanche da internet é praticamente inviável. Só se todas as entrevistas fossem exclusivas. Elas podem ser em relação aos demais veículos brasileiros, mas, em sua maioria, são divididas com publicações internacionais, invariavelmente caem na rede, e já era. um dos maiores públicos da revista são leitores de impresso, gente que usa a internet, mas nao com tanta força como nós. Concordo com isso. Se você lê na internet, na maioria dos casos, pra que comprar? É uma lei dura, mas real. Usar internet não significa consumir toda sua informação. Vejo dois públicos distintos. Claro que uma coisa ou outra, como as pautas e parte das entrevistas, vão ser novas. Essa nova realiade ainda não foi totalmente compreendida pelo mercado editorial e ainda precisa gerar a reação adequada.

      A pergunta é: o que você, consumidor, espera de uma revista de cinema [qq uma delas]? ineditismo ou análise + utilidade? Internet pode ter muita informação, mas é curta e com pouca análise. A meu ver, esse é o papel do jornalismo tradicional.

      bom, é isso.

      Abs,
      Fábio

  2. Acho que utilizei mal a expressão “fazer frente”. Quis dizer que espero que ela consiga atrair público com o máximo de sucesso possível, assim como a web faz, mas guardadas as devidas proporções. O que você disse é verdade, muita gente acha inútil publicação impressa por achar que pode ter esse conteúdo de graça na internet, isso sem falar em quem baixa revista escaneada. Mas, respondendo à sua pergunta, o que eu espero de uma revista de cinema não é ineditismo, até porque nisso a internet, pelo tipo de veículo que é, é muito mais eficiente. O que espero é análise, humor e personalidade. Sendo assim, dá até para fazer um paralelo com os podcasts. O que leva os 30.000 ouvintes do Rapaduracast, os 50.000 do Nerdcast ou os 500 do PodCumê (rá!) a esperar ansiosamente todo final de semana por um assunto que inexoravelmente não será novo/inédito? Acho que é justamente a personalidade, a discussão, a análise que aproxima os ouvintes do programa. É uma questão de afinidade. Acho que é isso que uma revista de cinema deve criar com seu leitor: afinidade. Espero ansiosamente que a Sci-Fi, a partir de agora, o faça comigo. 🙂

  3. Um espetáculo de revista! É a melhor de todas por aqui no Brasil. Tem muita gente batendo palmas de pé; em compensação, há muitas outras mordendo o cotovelo. Enfim, um magazine para ninguém botar defeito. É isso aí… Parabéns, Fábio!

  4. Que maravilha! É só continuar assim. Uma revista completa, sem nenhuma restrição. É a melhor do país, sem nenhuma dúvida. Congratulações a todos da Sci-Fi News.

  5. Pingback: SOS Hollywood
  6. Pingback: wikersonlandim
  7. Pingback: LisaStarbuck
  8. “Simplesmente, a melhor Sci-Fi News de todos os tempos ao meu ver”
    🙂
    Comprarei, como sempre, e ainda mais com esse aval da SRA. BARRETO (LU).
    NUFF SAID.
    Saudações,

  9. Pingback: Anonymous
  10. Pingback: Depp Lovers
  11. Olha, eu achei a edição show. A matéria de capa está ótima, foi a primeira coisa que li, não teve como deixar pra depois. A capa, nem precisa falar nada, né?! Acho que é mais linda que já comprei. E é interessante, porque aposta mais no personagem, já que – quase – nem dá pra reconhecer o Depp.

    O que ainda tem me incomodado, é o tamanho, mas como já disse, deve ser por que estava acostumado com a versão mais pequena.E uma coisa, que tenho que insistir, é que sinto falta de matérias sobre filmes mais antigos. Tem tanta coisa boa por ai pra gente descobrir, e a Sci-Fi poderia nós apresentar esses filmes. Tenho muita vontade de ler sobre clássicos da ficção científica, e de outro gêneros também.

    Bom, acho que é só isso. Parabéns a todos que fazem a Sci-Fi.

    Abraço.

  12. Pingback: SOS Hollywood
  13. A REVISTA ESTÁ SENSACIONAL!!!
    A MATÉRIA SOBRE “atores de Hollywood estão de saco cheio” FOI BEM INTERESSANTE, UMA VISÃO DIFERENTE DELES…
    GOSTEI DO SOS HOLLYWOOD, VOU VIRARA FREGUESA.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *